IGREJAS SOFREM ATENTADO A BOMBA

Por Renato Vargens


A Revista Veja publicou que pelo menos 38 pessoas morreram neste domingo e 35 tiveram ferimentos graves em um atentado contra duas igrejas em Kaduna (metade norte do país), onde era celebrado o Domingo da Ressurreição. A notícia foi dada inicialmente pelo Serviço de Gestão de Emergências do Estado de Kaduna (SEMA) o jornal local ‘Leadership’.


Segundo a reportagem a explosão aconteceu por volta das 6h30 (de Brasília) em uma área comercial e de intenso tráfego de veículos. Existem rumores de que os alvos eram a Igreja Evangélica da África Ocidental e a Igreja das Assembléias de Deus, a 500 metros do local do incidente.

O comissário de Kaduna, Jinjiri Abubakar, revelou que os terroristas estavam sendo perseguidos por policiais. ‘De repente, um dos veículos bateu contra o outro, o que causou a explosão em Sardauna Crescent’, afirmou Abubakar, publicou neste domingo o jornal nigeriano ‘Leadership’.

Nenhuma organização assumiu a autoria do atentado, embora os EUA e o Reino Unido tenham alertado nesta semana que a seita islamita Boko Haram, responsável pelos atentados do Natal de 2011, que causaram ao menos 40 mortos, planejavam ataques contra comunidades cristãs durante a Semana Santa.

Caro leitor, há pouco o Sudão do Norte ordenou a todos os cristãos que se retirassem de suas fronteiras, ameaçando com a morte àqueles que desobedecessem as ordens presidenciais.

Pois é, verdadeiramente, o cerco está se fechando, e isso me faz lembrar das palavras de Jesus no Sermão do Monte:

“Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra vós por minha causa.Exultai e alegrai-vos, porque é grande vosso galardão nos céus, porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.” (Mt 5:10-12)

***

Direto do blog do Renato Vargens. juntos orando pelos cristãos perseguidos. Divulgação: Púlpito Cristão.

EM CRISTO,

MARIO CESAR DE ABREU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!

Um clamor pela intervenção de Deus