terça-feira, 30 de outubro de 2012

UMA GOTA DE “MILAGRE” OU UM MAR DE HERESIAS? A IURD E SUAS MANIAS SE FIM…


***
A IURD anda pregando suas baboseias até pra Português ver. Certamente em cada gota de “milagre” um mar de heresias é jorrado na vida de muita gente que não se cansa de sofrer e ser enganada por malditos vendilhões, estes que se possível descerão até o fundo do esgoto pra sugar a alma dos cansados.
Antognoni Misael.            Fonte:   Púlpito Cristão
Em Cristo,
Mário César de Abreu

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

domingo, 28 de outubro de 2012

"OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos." (Salmos 19:1)




Um texto escrito pelo físico Albert Einstein no qual ele expressa suas opiniões sobre religião, conhecido como "Carta de Deus", foi vendido em um leilão pela internet para um comprador anônimo por US$ 3 milhões, segundo o site eBay .A venda concretizou se aos 16 de outubro ultimo.
A carta de Einstein, foi escrita  à mão em alemão no dia 3 de janeiro de 1954 e era destinada ao filósofo Erik Gutkind, de quem ele havia lido a obra: "Escolha a vida: o apelo bíblico pela revolta".

Miniatura da carta


Um Pouco de História

Devido à formulação da teoria da relatividade, Einstein tornou-se mundialmente famoso. Nos seus últimos anos, sua fama excedeu a de qualquer outro cientista na cultura popular: "Einstein" tornou-se um sinônimo de gênio. Foi por exemplo eleito pela revista Time como a "Pessoa do Século", e a sua face é uma das mais conhecidas em todo o mundo. Em 2005 celebrou-se o Ano Internacional da Física, em comemoração aos cem anos do chamado annus mirabilis (ano miraculoso) de Einstein, em que este publicou quatro dos mais fundamentais artigos cientifícos da física do século XX. Em sua honra, foi atribuído o seu nome a uma unidade usada na fotoquímica, o einstein, bem como a um elemento químico, o einstênio.(Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre)

Einstein, nascido na Alemanha de uma família judia, diz na carta que pertence “com prazer” ao povo judeu, mas, ao mesmo tempo, mostra uma posição distante em relação às religiões. Veja um trecho da carta:“A palavra ‘Deus’ não é para mim nada além da expressão e o produto de fraquezas humanas, e a Bíblia é uma coleção de lendas honoráveis, embora primitivas e bastante infantis. Nenhuma interpretação, não importa quão sutil, pode mudar isso [para mim]”.

Amados, ele foi um cientista que muito mais que qualquer um de nós,pessoas simples e leigas no estudo avançado da física, conseguiu "ver" as digitais do Criador no universo estudado por ele mas,não conseguiu "enxergar" o que o salmo 19 nos ensina,que Deus é proclamado em glória pela sua criação. Na carta aos Romanos,capítulo 1,Paulo nos deixa claro que o homem não tem desculpa para não crer em Deus :  Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu(Rom 1.18-21).

Como eu dizia, o texto acima não deixa dúvidas que Deus pode ser conhecido pela criação e  que ele entende que quem não o faz, se torna "indesculpável" . Einstein como um judeu,  recebeu ensinamentos sobre a pessoa de Deus (todos os judeus recebem) e dotado de inquestionável inteligência e apto para avaliar sobriamente a magnífica criação de Deus, preferiu se voltar para os lados da concepção humana, ao invés de se voltar para a Fé que reconhece um Deus pessoal como o Soberano Criador dos céus e da terra. Veja este texto de Jesus:"Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos."Sim, ó Pai, porque assim te aprouve."
(Mateus 11:25,26) Aqueles que querem fazer suas escolhas baseados em sua própria sabedoria,não tem a benção do Senhor para ver com os olhos da fé.

Que possamos nos lembrar do grande privilégio que temos de "crer" no Senhor e conhecer através desta fé, a salvação em Cristo que enviado por Deus nos resgatou e por ele somos feitos filhos de Deus;que possamos sempre dizer: "OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos." (Salmos 19:1) 

Em Cristo,
Mário César de Abreu

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

ELE QUER ENSINAR O ERRO EM PAZ


 voce não tem medo de não ensinar a Biblia e sim uma teologia centrada nas necessidades do homem e trazer gloria pra si? Galatas 6


 Pregue aí que eu prego de cá. Vamos fazer o que tem de ser feito juntos. Pregamos não as necessidades, mas o impossível. Paz!

Amados,o Valdemiro Santiago,que se auto intitula apóstolo,quando questionado por mim a respeito de sua pregação que coloca o homem e suas necessidades no centro de tudo,  enquanto deixa Deus como se fosse "servo" , respondeu que não prega as necessidades mas o"impossível"  o que pode ser verificado pelo seu tweet acima.(confira no twitter) Sobre o fato de trazer glória para si mesmo,nada respondeu, mas me disse para "fazermos o que tem que ser feito "juntos" ou seja ele acredita que o que ele prega é o mesmo que eu prego e devemos cada um "no seu canto" cuidar de nossas vidas e não interferir.
Mas, diante das palavras do apóstolo Paulo,verdadeiro  apóstolo, à Timóteo, entendo ser  dever de todo crente em Cristo,  alertar as  pessoas dos "falsos ensinamentos" que gente como este homem têm pregado,leia o texto:"Conjuro te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas."
(II Timóteo 4:1-4)

O impossível que ele diz pregar é que se voces contribuirem comprando as indugências que ele vende, do tipo: "fronha de R$ 91,00 entre outras aberrações que não "constam" na Palavra de Deus,então o impossível vai acontecer ou seja, o seu ente querido vai ser curado de câncer,voce ficará rico e terá uma casa enorme com 5 empregadas,etc.
Mas,será que foi isso que Paulo instruiu Timóteo a pregar? Foi isso que Cristo nos ensinou quando disse que no mundo teríamos aflições e ainda nos disse para ter bom ânimo?(João 14.33)

Não,o evangelho, segundo Paulo, é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê.(Rom 1.16);Jesus nos ensinou a buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e assim, as coisas básicas do nosso sustento nos seriam acrescentadas(Mateus 6.33) e sobre o impossível ele disse : "tudo é possível ao que crê" ;Ele não disse: ao que doa dinheiro aos mercenários da fé."E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê."
(Marcos 9:23)

 Vale lembrar aqui, que o contexto de Marcos 9.23, mostra que pela incredulidade das pessoas, havia entre elas aquelas do tipo deste menino, de quem Jesus expulsou um demônio, que desde a infância vinha o atormentava  e também à sua família,representada no texto por seu pai (leia o texto completo-Marcos 9.14-29) e ainda se vê que os discípulos não conseguiram expulsar aquele demônio pois, segundo Jesus, eles precisavam de uma vida de fé que incluia a dedicação à oração e jejuns legítimos.

Por isso Jesus, O Bom Pastor, disse que tudo é possível ao que crê,porque não criam,não tinham fé vejam: "E ele, respondendo-lhes, disse: Ó geração incrédula! até quando estarei convosco? até quando vos sofrerei ainda? Trazei-mo."  (Marcos 9 : 19)-Jesus quis dizer que se fossem crentes em Deus, não sofreriam daquele jeito,tudo poderia ser diferente e o impossível aconteceria,quando necessário em suas vidas.

Ao contrário dos ensinamentos do Valdemiro, em nenhum momento Jesus falou em contribuição financeira ou  em tolhas ungidas.(coisas da impd);Agora notem este verso:"E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade."
(Marcos 9:24)
O pai do menino reconheceu que precisava de ajuda em "sua incredulidade",em sua falta de uma fé legítima ;a resposta para que o sofrimento fosse reduzido e o impossível acontecesse estava em ter fé e fé em Deus e não em homens como o Valdemiro e outros que se "apresentam" na tv e se consideram "midiáticos influentes" como um outro aí que prega a teologia da prosperidade(quem lê entenda).

Queridos,o mundo não precisa de fábulas mas da pregação expositiva da Palavra de Deus que ensina que o homem é pecador  e precisa, com arrependimento,se aproximar  de Deus, através do Senhor Jesus Cristo, que entregou sua vida para que pecadores arrependidos, pudessem ter a salvação de suas almas e as bençãos do Pai neste mundo e no porvir.
 Jesus ressuscitou dentre os mortos para dar a verdadeira vitória a todos quantos crerem nele.(Rom. 3.23,João 3.16,João 10.15,Efésios 1.3)

Pensem nisso!
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Missionários em Guiné-Bissau pedem oração por causa de surto de cólera

AMADOS,OREMOS EM FAVOR DESTE POVO E SEUS MISSIONÁRIOS.

MARIO

Diversas pessoas morreram vítimas dessa doença transmitida através da água contaminada

por Leiliane Roberta Lopes



Os missionários José Roberto e Sônia Santos que estão em Guiné-Bissau pedem oração por suas vidas e também pela comunidade da capital do país que enfrenta um surto de cólera, doença transmitida através da água contaminada que já matou várias pessoas.

Este é o segundo surto da doença em quatro anos, em 2008 mais de 200 pessoas morreram vítimas da cólera. “Precisamos de cobertura de oração por nossa família e pelo povo daqui”, disse o casal.

Missionários da Junta de Missões Mundiais, José e Sônia pedem que os evangélicos se levantem em oração por esta causa. “Por favor, convoque uma rede de intercessão por nossa saúde”.

A cólera é causada por uma bactéria que se aloja no intestino, os sintomas dessa doença são diarreia, dores abdominais e desidratação. Se não for tratada com pressa pode levar o infectado à morte.

O risco da doença é maior em locais como Guiné-Bissau onde a falta de saneamento básico deixa esgotos abertos. As fontes de águas como os rios que recebem águas vindas do esgoto sem nenhum tipo de tratamento também aumentam os perigos da população. As informações são da JMM.
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Projeto prevê cota para professores gays em escolas públicas

AMADOS, LEIAM ESTA DENÚNCIA E ENTENDAM QUE A PRESIDENTE DILMA E O PT SÃO A FAVOR DA "DESTRUIÇÃO" DA FAMÍLIA COMO DEUS A INSTITUIU E SÃO A FAVOR DAS VERGONHOSAS IMPOSIÇÕES FEITAS POR ATIVISTAS GAYS;CHEGA DESTA PALHAÇADA ,JÁ TÁ NA HORA DO POVO,PRINCIPALMENTE OS CRISTÃOS, ERGUEREM AS SUAS VOZES CONTRA ESTE GOVERNO QUE TENTA A TODO CUSTO,DISVIRTUAR NOSSAS CRIANÇAS.
VOCÊ É PAI OU MÃE ? DEFENDA SEU FILHO.

MARIO CESAR

O projeto foi denunciado pelo deputado federal Jair Bolsonaro que chamou a atenção dos evangélicos que estão apoiando Fernando Haddad em SP 

por Leiliane Roberta Lopes




Projeto prevê cota para professores gays em escolas públicas



O pastor Silas Malafaia resolveu comentar a denúncia feita pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) durante seu pronunciamento na última quarta-feira (17) alertando a todos sobre o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT que pede cotas de professores gays nas escolas públicas de ensino infantil.



No seu depoimento o deputado explica que a presidente Dilma Rousseff é a favor deste projeto e que ele seria uma continuação do chamado “kit gay”, pois proíbe a compra de livros considerados “homofóbicos” para as escolas públicas e libera a compra de obras que defendam as relações entre pessoas do mesmo sexo.



Bolsonaro chega a elogiar a atitude do pastor Silas Malafaia que tem enfrentado a fúria dos ativistas gays por se pronunciar contra projetos que favorecem as relações homo afetivas, como o polêmico Projeto de Lei 122/2006, mas chamou atenção dos líderes religiosos que estão apoiando o candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, que também estaria por trás desse novo plano.



Ao falar sobre o caso no site Verdade Gospel, Malafaia deixa claro que não se volta contra os homossexuais, mas ao ativismo gay que quer implantar seus princípios na sociedade brasileira.



“Nós, evangélicos, não queremos impedir ninguém de ser gay, e muito menos discriminá-los na sociedade. Mas dar privilégios e concordar com a desconstrução da família, isto nós não vamos aceitar”.



Malafaia também comenta os três pontos destacados pelo deputado Bolsonaro, fazendo suas ressalvas e mostrando indignação.



“1- Criação de cotas para professores gays. Que absurdo!; 2- Desconstrução da heteronormatividade. Isto é, um homem e uma mulher e seus filhos chamado da família nuclear, que é a base da sociedade, não pode mais ser assim.; e 3 – Impedir livros “homofóbicos” para as crianças. O que isto quer dizer é que se aparecer uma família somente com a figura de homem e mulher, isto é “homofobia”. Tem que ter dois homens, ou duas mulheres. E vai por aí a fora…”
***
Fonte: Gospel Prime     
***
Mário César de Abreu

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ecumenismo, avanço ou uma ameaça à igreja?



Está na moda o diálogo inter-religioso. Vivemos a época do inclusivismo, fruto da ideia pós-moderna, que não existe verdade absoluta. Muitos pastores, em nome do amor, sacrificam a verdade e caem nessa teia perigosa do ecumenismo. Precisamos afirmar que não existe unidade espiritual fora da verdade, assim como luz e trevas não podem coexistir. Não podemos ser um com aqueles que negam a salvação pela graça de Cristo Jesus. Não é um ato de amor deixar que aqueles que andam pelo caminho largo da condenação sigam "em paz" por esse caminho de morte. Esse falso amor tem cheiro de morte. Essa atitude de dar as mãos a todas as religiões, numa espécie de convivência harmoniosa, acreditando que toda religião é boa e leva a Deus é uma falácia. Toda religião é vã a não ser que pregue a Cristo, e este crucificado. Toda religião afasta o homem de Deus, a não ser que anuncie Jesus Cristo como o único caminho para Deus! Vamos deixar esse discurso falacioso de amor a todos, e vamos amar de verdade às pessoas, de todas as religiões, pregando a elas, com senso de urgência, o evangelho que exige arrependimento e fé e oferece vida eterna.

Obviamente, a união de todas as religiões e de todas as crenças não é um avanço, mas uma ameaça à igreja de Cristo. O que está por trás dessa tentativa de unir todas as crenças é a heresia de que toda religião é boa e todo o caminho leva a Deus. O ecumenismo, o diálogo inter-religioso e a fraternidade com todos os credos é um engano fatal. É um falso entendimento do que Jesus ensinou sobre a unidade espiritual da igreja. Não há unidade espiritual fora do evangelho de Cristo. O argumento de que Jesus acolheu publicanos e pecadores e por isso devemos receber todos os credos é uma falsa interpretação do texto bíblico. O amor não é um substituto da verdade. Todos são convidados a vir a Cristo, mas de todos é exigido arrependimento e fé.

É preciso alertar, ainda, que essa frouxidão doutrinária do liberalismo desemboca na relativização moral. O entendimento pós-moderno é que cada um tem sua própria verdade. A verdade deixou de ser objetiva para ser subjetiva. Com isso, assistimos, estarrecidos, não apenas um ataque aos valores morais, mas uma inversão dos valores morais. O profeta Isaías já havia denunciado essa atitude: "Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!" (Is 5.20). É isso que estamos vendo na mídia todos os dias. Faz-se apologia do aborto, do adultério, do homossexualismo, da violência e da mentira. Porque uma ideia falsa foi plantada no passado, estamos fazendo uma colheita desditosa no presente. A igreja de Cristo precisa estar firme contra todas essas ondas de engano e permanecer inabalável no cumprimento de sua vocação de levar o evangelho a toda criatura, em todo o mundo.


Rev. Hernandes Dias Lopes             Blog Palavra da Verdade
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Algumas considerações sobre os "evangélicos"



Amados, diante de tantos acontecimentos contemporâneos que envergonham o evangelho e na sua maioria vindo de pessoas que se dizem evangélicas,é preciso fazer uma consideração a respeito do que significa  o termo  evangélico,será que é sinônimo de crente ou cristão? O que significa "ser" evangélico? 
Pois bem,na  bíblia lemos:"E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos."  (Atos 11 : 26),naqueles dias em que os discípulos foram chamados de cristãos,o motivo não era de receber honra ou admiração,pelo contrário, eles foram chamados assim porque seguiam e ensinavam a mensagem  do Senhor Jesus Cristo,a mensagem do evangelho  e fazendo isso eles eram motivo de zombaria e escárnio pois a maioria não via Jesus como o filho de Deus e perseguiam quem nele tinha sua fé.
Isto posto e antes de considerar o termo "evangélico" é preciso entender que se hoje ser chamado de evangélico ou se dizer evangélico "esta na moda e é bonito", naqueles dias do texto de Atos,era ser alvo de perseguições e sofrimento.

Para se entender melhor o uso do termo evangélico que obviamente vem de evangelho é bom relembrar um pouco da história do protestantismo.

"O Protestantismo é um dos principais ramos do cristianismo. Este movimento iniciou-se na Europa Central no início do século XVI como uma reação contra as doutrinas e práticas do catolicismo romano medieval. Os protestantes também são conhecidos pelo nome de evangélicos. No entanto, no contexto brasileiro, o nome 'protestante' deve ser usado mais corretamente para se referir às igrejas oriundas da Reforma Protestante, como a Presbiteriana, a LuteranaAnglicana e Batista (esta última, em parte); e o termo 'evangélico' é mais utilizado para se referir aos pentecostais e neopentecostais. (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre)" (editado)


Vê se então, que para diferenciar se das denominações tradicionalmente chamadas de protestantes,outras denominações e comunidades usam o termo evangélico e as denominações protestantes por sua vez,sempre se utilizaram além do termo protestante, do termo "crente"; de qualquer forma, os termos crente,protestante,evangélico ou cristão  teoricamente, são a mesma coisa ou seja :nome dado às pessoas que seguem o cristianismo, que guardam ou deveriam guardar os ensinamentos do evangelho,as boas novas trazidas por Jesus, o ensinamento de que seu sacrifício vicário na cruz do calvário, trouxe salvação ao pecador que se arrepende e se volta para Deus.

Voltando ao início da postagem onde mencionei que no meio chamado "evangélico" se tem visto muitos acontecimentos que envergonham o evangelho, abusos e erros doutrinários como por exemplo a teologia da prosperidade, confissão positiva,o envolvimento de lideres religiosos em escândalos políticos,entre outros,o show gospel feito por cantores que querem fama e dinheiro mas, de  cristianismo nada entendem, entre outras coisas, gostaria eu de afirmar que a diferença entre o trigo e o joio ou seja, entre as pessoas que professam uma fé verdadeira  em Jesus e aquelas que embora professam,não vivem o evangelho, está no "novo nascimento" ou nascimento do alto" "Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus."  (João 3 : 3).

Amados ser nascido de novo é ter sido regenerado pelo poder do Espirito Santo,"Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,"  (Tito 3 : 5) é ser nova criatura em Cristo,"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."  (II Coríntios 5 : 17)é ter no coração a fé genuína que só o Espirito pode conceder. Quem verdadeiramente está nesta condição serve a Deus de coração sincero e não importando se é chamado ou utiliza o nome de cristão,protestante,crente ou evangélico,não se rende aos costumes mundanos mas, persevera nos ensinamentos do Senhor Jesus.("Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;"  (João 8 : 31).

Concluindo: observando os fatos lamentáveis que tem sido manchete todos os dias envolvendo a muitos dos que se auto intitulam  envangélicos, posso afirmar que estes não tem nada a ver com o evangelho mas,usam um nome que como eu já disse se tornou modismo nacional e mundial também.
E você já nasceu de novo?

Pense nisso!

Em Cristo,
Mário César de Abreu

PASTOR DA IGREJA MUNDIAL MERGULHA NO TIETÊ COM PEDIDOS DE ORAÇÃO

amados, um homem que age assim não conhece a palavra de deus,não entendeu que o sacrifício do senhor jesus é suficiente para nos abençoar,suprir todas as nossas necessidades e nos levar a salvo para o seu reino.
tenho este tipo de atitude como "heresia" de um ignorante da fé.
mário

(Vi no Pavablog)                                                                   Púlpito Cristão
Em Cristo,
Mário César de Abreu

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Malafaia, desconhecimento e omissão: a ocultação da agenda gay do PSDB


Por Julio Severo
A cartilha anti-“preconceito” aprovada pelo governador de São Paulo José Serra em 2009 não é igual ao kit gay do PT. O único problema dessa cartilha é que disse que a homossexualidade é inata, não uma opção. Essas foram as palavras do cidadão Silas Malafaia neste vídeo dele: http://youtu.be/5Kd0rRwLcKs


Malafaia: conhecimento limitado sobre kit gay do PSDB
Não estou usando a palavra “cidadão” por menosprezo. No vídeo, Malafaia diz que fala como cidadão, não como pastor.
O cidadão Malafaia diz que teve acesso à cartilha e só viu aquele único problema. Os cidadãos de São Paulo poderiam muito bem verificar a cartilha, pois é um material público, pago com o dinheiro de cada cidadão de São Paulo.
Aliás, a cartilha, intitulada “Preconceito e discriminação no contexto escolar”, estava publicamente disponível no site da Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo neste link: http://file.fde.sp.gov.br/portalfde/Arquivo/B_Prevensao_07.02.11.pdf Mas com a polêmica que surgiu, o Governo do Estado de São Paulo achou prudente remover a cartilha do link, bloqueando o acesso dos cidadãos ao conteúdo do material.

Contudo, o cache do Google mantém uma cópia do guia aqui.
O guia do PSDB, com seu jeito clássico de abordagem diplomática, menciona de modo geral “orientação sexual”, “desigualdades de gênero”, “diversidade sexual”, etc. O próprio texto diz que “O guia favorece a construção da identidade”.
O guia diz: “Ressaltamos o papel social dos educadores em sua função de atuar diretamente na formação de seres humanos”. Essa atuação, conforme diz o guia, envolve o tema “diversidade sexual na escola: uma metodologia de trabalho com adolescentes e jovens”.
O perigo oculto

Mas nada é explicado em profundidade. A leitura do guia é resumida e envolvida num emaranhado de palavras-códigos que são muito conhecidas dos ativistas esquerdistas, mas difíceis de entender para o grande público.
O principal perigo do guia está oculto. Sua função é encaminhar o professor a vários materiais de apoio, de fontes “confiáveis” para o governo de São Paulo, inclusive ECOS.
Por exemplo, o guia recomenda que, para combater o bullying, o professor deve usar o livro “A escola e os temas atuais”, de Sylvia Cavasin, chefona da ECOS.
Outros materiais e vídeos recomendados no guia também são da ECOS. Aí reside verdadeiramente o perigo.

Juntamente com a ABGLT, a ECOS foi oficialmente responsável pela elaboração do infame kit gay, autorizado pelo então ministro da Educação Fernando Haddad. A ABGLT e a ECOS receberam milhões do dinheiro público. O próprio colunista Reinaldo Azevedo chegou a denunciar ECOS em artigo disponível no meu blog. Azevedo diz que um dos vídeos que compunham o kit gay do PT era o DVD “Medo de quê”. Esse mesmo vídeo está na lista de materiais oficialmente recomendados no guia do PSDB.
O guia do PSDB em si não é um kit gay, mas astutamente leva o professor a materiais que efetivamente compõem um abrangente kit gay. Aliás, são as mesmas fontes do kit gay do PT.
ECOS: a organização por trás do kit gay e dos materiais recomendados pelo guia do PSDB
A ideologia da ECOS é a mesma ideologia do PT: aborto, homossexualismo, contracepção, etc. Por que então o PSDB considera, em seu guia, os materiais da ECOS como indispensáveis para os professores educarem as crianças?

A parceria entre ECOS e PSDB não é nova. Vem desde o governo Fernando Henrique Cardoso. Em seu Boletim Transa Legal para Educadores (Ano 2 Nº 4), ECOS disse:
Com o apoio do Programa Nacional de Controle das DSTs/AIDS do Ministério da Saúde, da entidade Advocates for Youth e da Fundação MacArthur, a ECOS iniciou, em 1994, o Projeto Boletim Transa Legal… O projeto envolveu 27 escolas municipais de 1º grau, 10 escolas estaduais de 1º e 2º graus e uma escola particular de 1º e 2º graus, aproximadamente 6 mil estudantes e 110 professores e coordenadores pedagógicos.

Desde 1994, ECOS vinha recebendo apoio oficial do Ministério da Saúde. ECOS estava também recebendo muito dinheiro de grandes fundações americanas, inclusive a Fundação MacArthur e Advocates for Youth. Num de seus documentos internos, Advocates for Youth (que antes era o Center for Population Options) disse:
Use os meios legais existentes para ampliar o acesso dos adolescentes à contracepção e ao aborto… A Convenção dos Direitos da Criança da ONU… deve ser explorada ao máximo para que possamos dar aos adolescentes informações e serviços de planejamento familiar e, onde for possível, serviços de aborto seguro. Além disso, a nível local em países com leis que dão acesso limitado ao aborto (no caso de estupro ou incesto ou somente com aprovação dos pais ou juiz), os defensores [dos direitos das crianças e dos adolescentes] devem tirar vantagem dessas partes da lei para promover mais acesso ao aborto seguro. Em outros casos, a legislação nacional dos direitos das crianças e dos adolescentes, tal como o Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil, pode dar meios de aumentar o acesso dos adolescentes ao… planejamento familiar.(Adolescents and Unsafe Abortion in Developing Countries, CPO. Washington, DC, EUA, 1990)

ECOS infiltrada na educação sexual das escolas brasileiras desde a década de 1990
ECOS orienta os professores a falar francamente com os alunos sobre qualquer questão sexual e “desmistificar crenças, tabus e preconceitos que existem sobre os diferentes aspectos da sexualidade”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 2 Nº 6) Para desinibir estudantes já a partir dos sete anos, ECOS recomenda que o professor “ensine” higiene sexual. O professor deve falar abertamente, na presença de alunos e alunas, que para lavar os órgãos sexuais externos “os meninos devem puxar o prepúcio para trás e as meninas devem limpar bem todas as dobrinhas da vagina”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 3 Nº 7)
Para “acabar com os mitos, desinformações e preconceitos que ainda cercam a sexualidade” e o uso da camisinha, ECOS emprega a abordagem da autoestima e outros meios psicológicos, a fim de “estimular os adolescentes a adquirirem novas habilidades e atitudes através de atividades como dramatizações e dinâmica de grupo”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 1 Nº 2) Seu boletim Transa Legalensina os estudantes a transarem “livres” da gravidez e do casamento, com a proteção da camisinha e outros métodos de controle da natalidade. ECOS publica também materiais para educadores, alguns dos quais encorajam atitudes favoráveis à pratica do aborto entre as adolescentes. Para que as adolescentes se sintam à vontade com relação à questão do aborto deliberado, o professor é instruído a utilizar psicodramas. Se o educador enfrentar o caso de alguma adolescente grávida na sala de aula, ele não deve impor a ela suas opiniões pessoais nem deve fazê-la pensar que a maternidade é o único caminho. Seja o que for que ele saiba acerca da situação, ele é instruído a não entrar em contato com os pais sem a aprovação da menor. (Conforme informações do manual “Uma Questão Delicada”, publicado por ECOS e financiado por IPAS [IPAS é uma organização americana que, com a ajuda financeira do governo dos EUA, promove clínicas de aborto e esterilização em outros países], em 1995, p. 25.)

Há pelo menos vinte anos ECOS tem trabalhado com o PSDB e o PT, tanto no governo federal quanto na cidade e Estado de São Paulo, para minar a sexualidade das crianças nas escolas.
ECOS desde a década de 1990 trabalhando para alterar a sexualidade das crianças
No meu livro “O Movimento Homossexual”, publicado em 1998 pela Editora Betânia, eu já havia desmascarado ECOS, que publicou juntamente com a BEMFAM o manual “Adolescência: Época de Planejar a Vida”. A BEMFAM é a representante oficial no Brasil da Federação Internacional de Planejamento Familiar, a maior organização de aborto do mundo.
O manual traz um capítulo inteiro cujo objetivo principal é “ajudar os jovens a se tornarem mais conscientes sobre os estereótipos, e a assumirem papéis sexuais não tradicionais…” (Adolescência: Época de Planejar a Vida. Publicado em 1992 por The Center for Population Options e BEMFAM, p. 85.) Além disso, o professor é instruído a modificar os conhecimentos “tradicionais” dos seus alunos:
“Se queremos que os jovens superem as atitudes estereotipadas sobre seus papéis como homens e mulheres, devemos ajudá-los a perceber que os padrões tradicionais estão mudando...” (Adolescência: Época de Planejar a Vida. Publicado em 1992 por The Center for Population Options e BEMFAM, p. 84.)
ECOS deveria ter dito: nós estamos mudando os padrões tradicionais (homem e mulher) nas crianças de escola.

Se você duvida do poder da ECOS para mudar o comportamento dos jovens, é só considerar que ECOS já estava aliada ao governo FHC mais de uma década atrás. Considere também que seus materiais, hoje muito mais “avançados” e depravados, fazem parte do kit gay do PT e são oficialmente recomendados pelo guia aprovado pelo PSDB.
Obviamente, Silas Malafaia e Reinaldo Azevedo não se deram ao trabalho de examinar os materiais recomendados no guia do PSDB. Por isso, ambos estão dizendo publicamente que esse guia nada tem a ver com o kit gay do PT. Ambos acham que o guia do PSDB é totalmente inocente e inofensivo. Ambos acham que ECOS está aliada apenas ao PT. ECOS deve estar dando gargalhadas com a cegueira dos dois.
A doutrinação transversal
Claro que o guia do PSDB é mais geral, e lida com outras questões também. Mas desde a década de 1990, o PSDB sob FHC trabalha com o tema da transversalidade, estratégia amplamente presente nos Parâmetros Curriculares Nacional do Ministério da Educação de FHC.
Na transversalidade, o professor é treinado a inserir temas sexuais quentes em outras disciplinas, como matemática, ciência, português, etc. Hoje, ao se tratar de bullying na sala de aula, a transversalidade traz a questão da normalização homossexual diretamente no foco da atenção. Essa estratégia evita choque da população, principalmente dos pais, desestimulando a resistência. Essa é a razão principal por que a agenda gay avança com tanto sucesso em São Paulo sob o PSDB.
Não dá para torcer pelo PT. Mas se o PSDB ganhar, a agenda gay avançará em São Paulo como está avançando há muitos anos: tranquilamente e sem resistência.
Algum eleitor poderia dizer: “O PT vai estuprar meu filho 30 vezes. Mas o PSDB vai só dar dois estupros! Por isso, prefiro o mal menor!”

A população precisa fazer resistência
O cidadão Malafaia escolheu a opção de menos estupros do PSDB. Mas os cidadãos de São Paulo são obrigados a optar por esse “mal menor”? É possível exercer uma cidadania que proteja nossos filhos de todos os estupros? Claro que sim.
A solução é os cidadãos saírem às ruas para protestarem contra a falta de opções e dizerem: “Não queremos o candidato Haddad, com sua agenda gay descarada. Não queremos também o candidato Serra, com sua agenda gay diplomática e macia. Não queremos ECOS ameaçando nossos filhos nas escolas!”
Se um número grande de cidadãos fizerem uma manifestação de rejeição aos dois candidatos que mentem e não defendem a família, haverá resultados. Mas se não houver resistência e protestos nas ruas, os eleitores e seus filhos dependerão da fatalidade.
Se Haddad ganhar, é certeza que sua agenda enfrentará a resistência de uma população que já está acordada para as intenções do PT.
Mas se Serra ganhar, temo que, como já ocorreu em vezes anteriores, a população terá dificuldade de enxergar, e mais ainda de confrontar, a agenda de tentáculos diplomáticos do PSDB que não para de avançar há mais de uma década.
Que o diga ECOS!

Não tenho o poder midiático que Silas Malafaia e Reinaldo Azevedo têm. Mas disponibilizo a eles e ao público em geral informações que mostram as verdadeiras forças ocultas por trás do kit gay do PT, as mesmas forças recomendadas pelo guia do PSDB.
Do ponto-de-vista da ECOS, tanto faz o PSDB quanto o PT ganharem. ECOS sabe que seu papel e importância entre eles estão garantidos.
Acho difícil Azevedo aceitar a realidade, pois sua paixão pelo PSDB supera a paixão de qualquer fã de time de futebol.
Mas que pelo menos Malafaia acorde, lembrando-se do que diz a Palavra de Deus:
“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” (Oséias 4.6.)
Dá para dizer também que os líderes estão sendo destruídos por não terem o conhecimento que precisam ter.
Cada um, pois, use o conhecimento aqui disponível para ajudar os líderes cristãos, eleitores e seus filhos a não serem destruídos pelas forças da depravação adotadas pelo PT e PSDB.
Fonte: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
E agora, José? Os kits gays do PT e PSDB
Malafaia e a agenda gay em São Paulo: trocando seis por meia dúzia
***
Mário César de Abreu

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Reforma é coisa séria, e Halloween não é brincadeira



Muita gente não sabe, mas o Dia das Bruxas, o Samhain ou Halloween, Ano Novo céltico (31 de outubro), tem uma conexão com o Dia de Todos os Santos da Igreja Católica Romana. Este era originalmente celebrado em maio, e não no primeiro dia de novembro.

No ano 608, o imperador romano Focas apaziguou o populacho dos territórios pagãos recentemente conquistados, permitindo-lhe combinar o antigo ritual de Samhain com o Dia de Todos os Santos. E, assim, o panteão de Roma, templo edificado para a adoração de uma multiplicidade de deuses, foi transformado em igreja.

Foram os imigrantes europeus, especialmente os irlandeses, que introduziram o Halloween nos Estados Unidos. Hoje, o Dia das Bruxas é muito importante para os lojistas, inclusive no Brasil. Salém, em Massachusetts (Estados Unidos), é a sede da bruxaria norte-americana. Ali celebra-se, na época do Halloween, o Festival da Assombração, para expandir a temporada turística de verão. Tudo parece uma grande brincadeira, mas — conscientemente ou não — os participantes dessa festa estão se envolvendo com o ocultismo e o satanismo.

Por outro lado, algumas denominações evangélicas, além de realizarem festas similares às juninas (o que já é um absurdo), estão promovendo também, no fim de outubro, uma espécie de Halloween, decorando o ambiente com abóboras, etc. Elas alteram o nome da brincadeira satânica para Jesusween ou Elohin! Aos pastores destas igrejas quero apresentar um motivo melhor para festejar.

Em vez de comemorarem o Dia das Bruxas, os pastores que se prezam deveriam se lembrar da Reforma Protestante. Na manhã de 31 de outubro de 1517, véspera do Dia de Todos os Santos, Martinho Lutero — sacerdote romanista, professor de teologia e filho de um minerador bem-sucedido — começou a questionar de modo mais contundente a Igreja Católica e a atacar a autoridade do papa.

Lutero, então, afixou na porta da Catedral de Wittenberg (pronuncia-se vitemberk) um pergaminho que continha 95 declarações. Estas, conhecidas como teses, eram quase todas relacionadas com a venda de indulgências (pacotes caros pagos pelo perdão, inclusive das pessoas que já haviam partido para a eternidade).

Em junho de 1520, Lutero foi excomungado por uma bula — decreto do papa que continha o seu selo oficial. Em dezembro do mesmo ano, com ousadia, ele queimou esse documento em reunião pública, à porta de Wittenberg, diante de uma assembleia de professores, estudantes e o povo. No ano seguinte, foi intimado a comparecer ante as autoridades romanistas, em Worms. E declarou: “Irei, ainda que me cerquem tantos demônios quantas são as telhas dos telhados”.

No dia 17 de abril de 1521, Lutero apresentou-se à Dieta do Concílio Supremo, presidida pelo imperador Carlos V. Para escapar da morte, teria de se retratar. Mas ele não faria isso, a menos que fosse desaprovado pelas próprias Escrituras. E asseverou perante todos: “Aqui estou. Não posso fazer outra coisa. Que Deus me ajude. Amém”.

Considerado herege, ao regressar à sua cidade Lutero foi cercado e levado por soldados ao castelo de Wartzburg, na Turíngia, onde ficaria “guardado”. Ali, ele traduziu o Novo Testamento para o alemão, obra que, por si só, o teria imortalizado. Ao regressar a Wittenberg, reassumiu a direção do movimento a favor da Igreja Reformada, e a partir daí os princípios da Reforma Protestante se espalharam por toda a Europa, com ajuda de homens de valor, como Ulrico Zuínglio, João Calvino, Jacques Lefevre, João Tyndale, Tomás Cranmer, João Knox, etc.

Assim como muitos teólogos estão fazendo hoje, os católicos romanos haviam substituído a autoridade da Bíblia pela autoridade da igreja. Eles ensinavam que a igreja era infalível e que a autoridade da Bíblia procedia da tradição. Os reformadores afirmavam que as Escrituras eram a sua regra de fé, de prática e de viver, e que não se devia aceitar nenhuma doutrina que não fosse ensinada por elas. A Reforma devolveu ao povo a Bíblia que se havia perdido, passando a considerá-la a fonte primária de autoridade.

Nesses tempos difíceis, em que muitos estão brincando com o pecado e até com festas satânicas, quantos cristãos sérios estão dispostos a protestar contra as heresias verificadas entre nós (2 Pe 2.1; At 20.28), à semelhança de Lutero?

Ciro Sanches Zibordi                             Blog do Ciro
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Exército decide dar proteção a Joaquim Barbosa e cria zona de conflito com Dilma Rousseff


NOTÍCIA IMPORTANTE

Temperatura alta – Azedou a relação entre o Palácio do Planalto e a cúpula do Exército brasileiro. Sem que a presidente Dilma Rousseff fosse consultada, o Exército destacou os melhores e mais preparados oficiais da inteligência para dar proteção diuturna ao ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do Mensalão do PT (Ação Penal 470).
Ao criar o esquema que dá garantia de vida a Joaquim Barbosa, que tem ojeriza a esse tipo de situação, o Exército, que se valeu de militares cedidos à Agência Brasileira de Inteligência, acabou passando por cima da Presidência da República, do Ministério da Justiça e da cúpula da Polícia Federal, que por questões óbvias não foram consultados, mas a quem, por dever de ofício, caberia a decisão.
Outros dois ministros do Supremo, Ricardo Lewandowski e José Antônio Dias Toffolli, reconhecidamente ligados ao Partido dos Trabalhadores e a alguns dos seus mais altos dirigentes, também contam com escolta, mas da Polícia Federal. O esquema criado para o ministro-relator não se limite à proteção física, mas inclui também monitoramento constante de ambientes e do sistema telefônico utilizado pelo magistrado.
A proteção ao ministro Joaquim Barbosa foi uma decisão tomada pelo alto comando do Exército e pelo general José Elito, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Esse episódio, que tem como palco a necessária proteção a Joaquim Barbosa, deve aumentar a tensão entre Dilma e os militares, que ganhou reforço extra com a criação da Comissão da Verdade, que investigará apenas os crimes cometidos por agentes do Estado durante a ditadura, deixando de fora os protagonizados pelos terroristas que chegaram ao poder no vácuo de um discurso fácil, repetitivo e mentiroso.
***
Mário 

domingo, 14 de outubro de 2012

Por que eu creio na Bíblia?








Eu creio na Bíblia porque ela é totalmente fiel e confiável quanto à sua origem, conteúdo e propósito. Ela vem de Deus, revela Deus e chama o homem de volta para Deus. O homem não é o centro da Bíblia; Deus é. A Bíblia é o livro dos livros. Concebida no céu, nascida na terra; inspirada pelo Espírito de Deus, escrita por homens santos de Deus; proclamada pela igreja, crida pelos eleitos e perseguida pelo mundo. A Bíblia é o livro mais lido no mundo, mais amado no mundo e o mais perseguido no mundo. Destaco três verdades axiais sobre a Bíblia:


Em primeiro lugar, quanto à sua origem, afirmamos categoricamente que a Bíblia procede de Deus.
A Bíblia não foi concebida no coração do homem, mas no coração de Deus. Não procede da terra, mas do céu. Não é produto da lucubração humana, mas da revelação divina. Muito embora homens santos foram chamados para escrever a Bíblia, e nesse processo Deus não anulou a personalidade deles nem desprezou o conhecimento deles, o conteúdo da Escritura é inerrante. O próprio Deus revelou seu conteúdo e assistiu os escritores para que registrassem com fidelidade seu conteúdo. A Bíblia não é palavra de homens, mas a Palavra de Deus. É digna de inteira confiança, pois é inerrante quanto a seu conteúdo, infalível quanto às suas profecias e suficiente quanto a seu conteúdo.


Em segundo lugar, quanto ao seu conteúdo, afirmamos confiadamente que a Bíblia fala sobre Deus e sua oferta de salvação. Só conhecemos a Deus porque ele se revelou. Revelou-se de forma geral na obra da criação e de forma especial em sua Palavra. É verdade que os céus proclamam a glória de Deus e toda a terra está cheia de sua bondade. É verdade que podemos encontrar as digitais do criador em todo o vasto universo. Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras de suas mãos. Porém, conhecemos acerca de seu plano redentor através das Escrituras. A salvação é um plano eterno de Deus. Mesmo nos refolhos da eternidade, o Pai, o Filho e o Espírito, o Deus Triúno, planejou nossa salvação. Nesse plano, o Pai escolhe para si um povo e envia o Filho ao mundo para redimi-lo. Jesus faz-se carne. Veste pele humana, vive entre os homens, cumpre cabalmente a lei, satisfaz a justiça divina e como nosso representante e substituto leva sobre si nossos pecados sobre a cruz e morre vicariamente, pagando nossa dívida e adquirindo para nós eterna redenção. Completando a obra da salvação, o Espírito Santo aplica, de forma eficaz, a obra de Cristo no coração dos eleitos, de tal forma que aqueles que Deus predestina, também os chama e aqueles a quem chama, também os justifica e aos que justifica, também os glorifica. É impossível, portanto, que aqueles que foram eleitos por Deus Pai, remidos pelo Deus Filho e regenerados e selados pelo Espírito Santo pereçam eternamente. O mesmo Deus que começou a boa obra em nós, completá-la-á até o dia de Cristo Jesus.


Em terceiro lugar, quanto ao seu propósito, afirmamos indubitavelmente que a Bíblia visa a glória de Deus e a redenção do pecador.
A Bíblia não é um livro antropocêntrico; é teocêntrico. Seu eixo central não é o homem, mas Deus. Seu propósito não é exaltar o homem, mas promover a glória de Deus. Não é mostrar quão grande o homem é, mas quão gracioso é Deus. A história da redenção é a mais bela história do mundo. Fala de como Deus nos amou, estando nós mortos em nossos delitos e pecados. Fala de como Deus nos resgatou estando nós prisioneiros no cativeiro do pecado. Fala de como Deus nos libertou estando nós no império das trevas, na casa do valente, dominados pelo príncipe da potestade do ar. Nossa redenção tem como propósito maior a manifestação da glória de Deus e o nosso prazer nele. Concluo, portanto, com a conhecida afirmação de John Pipper: “Deus é tanto mais glorificado em nós, quanto mais nós nos deleitamos nele”.
Hernandes Dias Lopes                  
***
Fonte: Palavra da Verdade
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Postagem em destaque

JESUS CRISTO, O GRANDE “EU SOU”

O evangelho de João prova, de forma cabal, a divindade de Jesus Cristo. Faz isso, usando dois expedientes. Primeiro, mostrando que ele t...