Pastor faz vídeo na selva para convidar fiéis para a “Segunda-Feira Forte”



Em outros vídeos esse mesmo pastor vai até o fundo do poço e entra em um lamaçal para mostrar que se importa com as pessoas


por Leiliane Roberta Lopes
Pastor faz vídeo na selva para convidar fiéis para a “Segunda-Feira Forte”
A 1ª Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) de Governador Valadares, em Minas Gerais, inovou mais uma vez em sua propaganda para a campanha da Segunda-Feira Forte. Dessa vez os pastores Wilson Caetano e Elias de Jesus foram para a selva demonstrar força e determinação para quem passa por lutas e deseja vitória.


O vídeo que tem pouco mais de cinco minutos foi gravado em uma mata virgem e mostrou as dificuldades que os pastores enfrentaram para passar por essa selva. “A luta é grande, mas nós vamos avançar. Tudo pela Segunda-Feira Forte”, disse o pastor que já esteve participando de outros vídeos onde aparece dentro de um poço e lutando na lama.


Fazendo uma analogia com os problemas da vida, o pastor Wilson diz que é preciso estar preparado para a guerra e que o soldado precisa estar pronto para vencer.


“Qual é o pastor que sai de madrugada para lutar a guerra das pessoas?”, diz ele que em seguida dá um grito de guerra e segue andando pela mata acompanhado pelo pastor Elias e carregando uma garrafa com óleo.


Em outra parte do vídeo os pastores aparecem dentro de um rio dizendo que a Segunda-Feira Forte será um dia de guerra. “Vai ser tudo ou nada”, disse ele fazendo o convite dizendo que no culto a pessoa vai receber o “óleo de fogo” que vai queimar todo o mal que se levantou contra os fiéis que estiverem no culto.


Veja o vídeo:


Fonte: Gospel prime notícias
***
Minha opinião: Pura invencionice sem base bíblica;Me dá vontade de ligar para estes pastores e perguntar se eles conhecem alguma coisa do evangelho e onde foi que eles aprenderam estas coisas.


Em Cristo,


Mário César de Abreu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Um clamor pela intervenção de Deus

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!