Irã condena nova queima do Alcorão por Terry Jones


O pastor americano não deu ouvidos ao Pentágono e condenou mais uma vez os muçulmanos queimando o livro sagrado do Islã

por Leiliane Roberta Lopes

Irã condena nova queima do Alcorão por Terry Jones

Na segunda-feira (30) o Ministério de Relações Exteriores do Irã publicou uma nota condenando a ação do pastor Terry Jones que no último sábado queimou um exemplar do Alcorão e uma foto do profeta Maomé em protesto contra a prisão de Yousef Nadarkhani.

Terry Jones que lidera uma igreja na Flórida deu um prazo para que o governo liberasse o pastor iraniano que está preso desde 2009 por ter se convertido ao cristianismo. Como as autoridades do Irã não responderam ao seu ultimato, Jones fez um ato público condenando o livro sagrado dos muçulmanos durante um culto com aproximadamente 20 pessoas presentes.

No comunicado o governo do Irã qualificou a atitude do americano como um “insulto” e “sacrilégio” e pediu que o governo dos Estados Unidos tenha mais responsabilidade para poder evitar atos como esse. De fato o Pentágono se mostrou preocupado com as ameaças de Jones que no ano passado também queimou um exemplar do livro gerando protestos contra as tropas americanas no Afeganistão. Mas o pastor não deu ouvidos e conclui sua ameaça.

O governo iraniano diz que ações como essa podem gerar “uma série de reações contra estas ações extremistas” por provocar a “indignação dos muçulmanos no mundo todo”.

Com informações Terra

Fonte: noticias.gospelprime
***
Em Cristo,

Mário César de Abreu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!