DEUS É FIEL, E VOCÊ?

 

Por Wesley Moreira

Há 11 anos atrás eu perguntei em um grupo familiar; “Houvera Deus nos dado somente a salvação em Jesus Cristo não seria isso mais que suficiente para adora-lo e servi-lo em amor?” Abençoei uns, choquei alguns e escandalizei outros.

Essa semana, passada uma década, conversava eu com um velho amigo ouvindo dele sobre seu sucesso ministerial. Me alegrei com ele somente para alguns segundos depois ouvir de sua boca a frase que motivou esse texto. Ele me disse: ‘Deus tem sido fiel!’.

É a ‘fidelidade de Deus’ ou nossa ‘fidelidade à Deus’ que deve ocupar nossa mente? Entre uma e outra sentença está o abismo que separa o antroponcentrismo e o teocentrismo. Qual das duas sentenças ocupa o centro da nossa vida espiritual e qual delas influencia o nosso caminhar nessa vida?

Podemos rapidamente e superficialmente definir o antropocentrismo como a idolatria do Eu, do ego e da vontade do homem, enquanto o teocentrismo centraliza Deus e Sua vontade acima de todas as coisas.

‘Deus é Fiel!’ Nenhuma frase de adesivo de parachoque evidencia mais o confuso momento antropocentrista da igreja moderna. Músicas, sermões, gritos de triunfo, livros, chavões e campanhas são criadas para ‘propagandear’ essa óbvia caracteristica do caráter Divino.

Seria o contrário possivel? Seria Ele Deus, não fosse Ele fiel? Dado a impossibilidade da infidelidade de Deus, a frase de efeito ‘Deus é Fiel’ manifesta outra ideia. De que a fidelidade de Deus somente pode ser experimentada quando os desejos dos crentes forem satisfeitos.

Desrespeitando toda boa contextualização eles vão depenando a Bíblia em busca de promessas isoladas feitas pessoalmente à certos personagens bíblicos, usurpando-as para si como promessas para si mesmos. Assim também eles tomam as generalizações nas cartas de Paulo, escritas no plural referentes a Igreja, como individualizações no singular a serem cobradas para si mesmos, chegando ao cúmulo de dizer: “Deus cumpra Tua palavra a mim ou eu rasgo a Bíblia”.

Não foi essa geração que transformou todo o conteúdo do coracão do homem em vontade de Deus? “Tudo o que está no seu coração é semente de Deus para sua vida”, pregam ainda, “Deus vai satisfazer os desejos do seu coração,” ignorando as palavras de Jesus:

Porque do coração (do homem) procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. Mateus 15:19

A prova da eficácia da pregação antropocentrica é que realmente tudo que está no coração do homem se tornou realidade, fato denunciado pela quantidade de “maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituições, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias” hoje no meio evangelico, nos ministros e seus ministerios. A mensagem foi ouvida!

Não foi essa geração de crentes que transformou o jejum de uma manisfetação de arrependimento e humilhação para com Deus numa espécie de greve de fome para chantagear a Deus afim ter seus desejos satisfeitos?

Estes muito pecam quando substituem nossa fidelidade a Deus pela lealdade à igreja local. Que cada um encontre uma igreja local para com os irmãos servir a Deus. Contudo, ser fiel a igreja local, vem muito depois da nossa fidelidade à Deus e a sua palavra.

Na centralização do homem e seus desejos acima da vontade de Deus, a responsabilidade em ser fiel é de Deus não do homem, que por sua vez é infiel a Deus todos os dias, mesmo sendo fiel a sua igreja.

A graça deixou de ser um favor imerecido, como na boa e antiga definição, e foi transformada em um direito de questionar a fidelidade de Deus com base no cumprimento de promessas mau contextualizadas. Deus por sua vez exige fidelidade. Ele nos deixou mandamentos a cumprir. Mesmo o mais fanático Darbiano-dispensacionalista encontrará vários mandamentos de Jesus nos evangelhos. Disse Jesus:

Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. João 14:15

O mesmo disse também Deus: Guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis. Eu sou o Senhor. Leviticos 22:31
Jesus que nunca questionou a fidelidade de Deus, questionou nossa fidelidade à Deus. Digo na ousadia da minha imaginação, houvera Jesus tido um veículo, no seu parachoque haveria um adesivo que traria as seguintes palavras:

“É você Fiel a Deus?”

Como me recuso a criticar para destruir. A solução para o antropocentrismo praticado pela igreja está na volta à leitura da bíblia e da oração. Abandonem os livros evangelicos, e as biblias de estudo enduzido, seja estes quais for, para priorizar uma leitura diaria da bíblia. Leia a bíblia como devocional diário, como adoração e não como um livro de estudos. Ore antes e depois da leitura. Ao não entender determinado assunto, não pare a leitura, continue lendo e confie no Espírito Santo que te guiará a toda a verdade.


Wesley Moreira, direto do blog Wesmo. Divulgação: Púlpito Cristão/JESUS É O SENHOR
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!

Um clamor pela intervenção de Deus