RESPOSTA DE UM “ILUSTRE DESCONHECIDO” A UM FAMOSO CORROMPIDO




Por Ruy Marinho

Prezados irmãos:

Hoje deparei-me com um artigo publicado pelo Pr. Silas Malafaia em resposta as refutações que muitos blogueiros – inclusive eu – fizeram sobre a palavra de prosperidade financeira pregada por ele (veja aqui).

Considero a resposta do Pr. Silas como vazia e infundada, além do tom ofensivo e de deboche, com palavras que somente pessoas psicologicamente abaladas podem pronunciar. Posso deduzir que tal atitude partiu do fato de que ele não foi capaz de replicar o que apontamos na própria Bíblia.

Ele ironicamente “continua desafiando quem vai o contraditar na palavra de Deus”, mas ignora as contradições apresentadas por nós, fazendo de conta que elas não existem e, o pior: afirma que as mesmas são “bravatas, calúnias, argumentações filosóficas etc.”. Ainda cita algumas passagens para tentar justificar a teologia da prosperidade que ele prega (Sl 1:1-3, 112:1-3, Lc 6:38, Pv 11:24-25, 2 Cr 26:5 e até Ml 3:8-10). Eu poderia facilmente refutá-lo contra seus argumentos em cima de cada um desses versículos citados, mas creio não ser necessário por enquanto.

Ao fazer o desafio, Silas pede para refuta-lo biblicamente a sua pregação, no qual eu e mais alguns blogueiros de fato fizemos. Porém, porque ele não faz o mesmo com as nossas refutações? Seria muito mais “honroso” para ele sair deste argumento “ad hominem” e partir para a Bíblia, fazendo uma réplica digna de alguém que realmente se diz teólogo e conhecedor das escrituras. O desafio foi feito por ele, porque o mesmo vai pular fora agora? Cadê a resposta dele aos nossos argumentos teológicos?

Bom, concluo que a própria resposta dele o refutou e mostrou quais são as suas verdadeiras intenções.

No mais, eu prefiro ser um “ilustre desconhecido” mas fiel a Bíblia, do que um famoso corrompido que distorce a mesma para pregar heresias perniciosas. Afinal, o que interessa é a verdade Biblica, esta sim vai prevalecer sempre!

“Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus.” (1Co 1:28-29)

Soli Deo Gloria!

***
Ruy Marinho, um ilustre desconhecido, que edita o blog bereianos. Divulgação: Púlpito Cristão/JESUS É O SENHOR.
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!

Um clamor pela intervenção de Deus