A MEDIAÇÃO DE JESUS CRISTO [1]


Por Cícero Pereira
 

Um dos conceitos mais fortemente evocados pelos cristãos evangélicos é o de livre acesso a Deus. Porém, ao mesmo tempo em que este tema é citado, ele é pouco entendido, pelo fato de deixarmos esquecido outro, e fundamental para a ocorrência do primeiro: a mediação de Cristo. Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem (1 Tm 2.5) . Qual a ligação entre esses dois temas? A ligação reside no fato de o nosso livre acesso a Deus se dar por meio de Jesus Cristo, e somente por Ele. Não pode ser diretamente, pois a nossa condição pecaminosa nos descredencia para isto, e não pode ser por nada nem por ninguém, pois apenas Jesus Cristo é o Caminho (Jo 14.6). Vejamos alguns pontos importantes para discutirmos sobre isto.

No aspecto da salvação, o que temos? O homem morto em seus delitos e pecados. Deus, então, nos dá vida juntamente com Cristo (Ef 2). Não havendo condições do homem se voltar para o Pai, este nos entrega ao Filho para sermos por ele redimidos e apresentados ao Pai. Sendo assim, nossa salvação é obra de Deus por meio de Jesus, pois não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (At 4.12).

Somos instados a orar em nome de Jesus (Jo 14.14). Este é mais um ponto da mediação de Cristo. Ele nos representa diante de Deus. Eis o sentido de ser citado por João como advogado (1 Jo 2.1) . Nossas orações só chegam ao Pai por intermédio de Jesus. E isto nos deve refletir sobre o conteúdo e as motivações de nossas preces. O que temos entregado a Jesus para ele nos representar diante de Deus? Gratidão, glória e honra inclusive naquilo que pedimos? Ou apenas um pede-pede infindável, para satisfazer nossos deleites (Tg 4.3)? Por fim, quando Deus nos responde, o faz em nome de Jesus (Jo 16.23).

Só prestamos um culto reverente e santo a Deus quando nos reunimos em nome de Jesus. Quando isto ocorre, ele se faz presente em nosso meio (Mt 18.20). Se não for por meio de Jesus, nossas orações, cânticos e tudo mais, não passam do teto.

O Espírito Santo é selo da nossa salvação, e habita em nós, nos conduzindo a entender e obedecer a vontade de Deus, revelada em sua palavra. Em Jo 14.26, Jesus afirma que o Consolador, cuja função é nos lembrar daquilo por Ele ensinado, foi enviado pelo pai em nome dEle, do próprio Jesus.
Este é o primeiro de uma série que escreverei nos próximos meses sobre este tema. Iremos analisar o aspecto da mediação de Jesus Cristo em cada uma das áreas citadas. Espero que seja edificante para todos nós.

Que Deus, através de Nosso Senhor Jesus Cristo, nos leve cada vez mais a louvá-lO e exaltá-lO por ter levantado seu único filho como mediador entre nós e Ele, a fim, de, por Jesus, sermos alcançados por sua graça.
Deus nos abençoe.
***
Texto do Presb. Cícero Pereira, conselheiro da UMP da Quarta e amigo e irmão em Cristo. Colaborador do Púlpito Cristão.(FONTE)
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Comentários

  1. BOM DEMAIS! VOU FICAR ATENTA À PUBLICAÇÃO DOS OUTROS TEXTOS. TENHA UM FIM DE SEMANA ABENÇOADO, IRMÃO!

    ResponderExcluir
  2. Gostei e agradeço sua visita em meu blog. Estarei sempre lhe visitando
    www.vivendoteologia.blogspot.com
    wwwsabereducar.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SINTA SE A VONTADE PARA COMENTAR

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!

Um clamor pela intervenção de Deus