ABGLT solicita ao Ministério Público a proibição da venda de livro cristão sobre suposto plano de ativistas gays para dominar a sociedade


AMADOS,VEJAM QUE OS GAYS QUEREM IMPOR À SOCIEDADADE O SEU MODO DEPRAVADO DE VIVER;ATÉ  NAS CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL ELES ESTÃO DE OLHO PARA CORROMPER OS BONS COSTUMES E VALORES FAMÍLIARES,VEJA MATÉRIA NESTE BLOG:AQUI.
NO ENTANTO, QUANDO HÁ DENÚNCIAS CONTRA ELES COMO AS QUE FAZEMOS NO BLOG E LEMOS NOS JORNAIS ELES REFUTAM,DIZEM QUE VÃO NOS PROCESSAR E NA QUESTÃO DESTE LIVRO NÃO QUEREM QUE O LEIAMOS E EU PERGUNTO: QUEM ESTA MINORIA PENSA QUE É PARA DITAR REGRAS IMORAIS EM NOSSA DEMOCRACIA?
O FATO DELES,EM TUDO, CAUSAREM POLÊMICAS E "GRITAREM" POR JUSTIÇA(JUSTIÇA?) AO GOVERNO, NÃO NOS DEIXA OUTRA ESCOLHA SENÃO LERMOS O TAL  LIVRO URGENTEMENTE PARA ESTAR À PAR DA  "ESTRATÉGIA" DELES.


MARIO CESAR DE ABREU

Publicado por Tiago Chagas
 

O livro “A Estratégia – O plano dos homossexuais para transformar a sociedade”, do reverendo Louis P. Sheldon, está sendo lançado no Brasil em meio a polêmicas com o movimento LGBT.


Sheldon é um reverendo presbiteriano que coletou dados e observações durante 33 anos, e transformou sua pesquisa em um livro, onde ele afirma que o movimento homossexual vem desenvolvendo um plano para dominar a sociedade.

O autor divide sua abordagem em duas partes, e na primeira, afirma que existe um paradoxo ou incoerência entre a conduta dos ativistas gays e suas afirmações, classificadas por ele como “fraudulentas”. Na segunda parte, o autor aponta que o “lobby homossexual” tem atacado os valores tradicionais e morais em várias esferas da sociedade. Há ainda sugestões do autor sobre como cristãos devem se portar na defesa do casamento tradicional.


A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transsexuais (ABGLT) enviou ao Ministério Público um ofício solicitando a proibição da venda do livro editado pela Central Gospel.

De acordo com o site Mix Brasil, no pedido, a ABGLT afirma que “entende que a liberdade de expressão não garante um direito à incitação do ódio, da intolerância e da discriminação contra homossexuais e pessoas LGBT em geral”.

O texto do ofício enviado ao MP requere que os promotores leiam o livro para avaliar seu conteúdo e decidirem se é possível uma ação para a retirada da publicação do mercado: “analisem o livro em questão para verificarem se entendem cabível uma ação judicial para que ele seja retirado de circulação, na mesma linha que o STF decidiu no julgamento do HC nº 82/424. Neste histórico julgamento, no qual o STF considerou o antissemitismo uma espécie de gênero de racismo, ele afirmou que a liberdade de expressão não garante um direito ao racismo e aos atos ilícitos em geral”.

Fonte: Gospel+
***
Em Cristo,
Mário César de Abreu

Comentários

  1. Paz, caro Mario!
    A mordaça gay está querendo operar a todo custo! Os ativistas gays estão desesperados por não ter sido aprovado ainda o PLC 122.
    Pensemos: o PL 122 nem foi aprovado, e essas "pessoinhas" já querem mandar e desmandar. E se tal lei for aprovada?

    Na Paz,

    Marcos Brito

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SINTA SE A VONTADE PARA COMENTAR

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOVAS HERESIAS DE NEUZA ITIOKA

Governantes, ouçam a Palavra de Deus!

Um clamor pela intervenção de Deus