quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A Compaixão de Jesus



Uma das características de Cristo é a sua compaixão. A igreja católica romana procura intensificar o sentimento da compaixão de Cristo no entendimento humano, ao apresentar a imagem de Jesus com seu coração na parte exterior do corpo. Um dicionário de língua portuguesa descreve a palavra compaixão como o pesar que nos desperta a desgraça e a dor de outrem. Em várias passagens bíblicas, vemos esse sentimento de compaixão relacionado com a pessoa de Jesus ante o sofrimento das pessoas. A compaixão é um sentimento genuíno de amor incondicional, não somente amor pelo que a pessoa é e representa, mas pelo sofrimento e problemas que ela enfrenta na vida.

Nossa tendência humana é nos afastar do sofrimento, pois ele nos limita, nos deixa sem resposta, revela nossa incapacidade, desmascara o nosso medo, expõe a nossa ansiedade e remove a nossa paz. São raros aqueles que gostam de ir a um lugar onde há pessoas que sofrem. No entanto, ao contrário de nós, Cristo tem prazer de estar onde há sofrimento, não porque ele tem prazer no sofrimento, mas porque ele tem todo o poder de intervir na dor, seja ela qual for. Todos os sofrimentos deste mundo têm que se render a pessoa gloriosa de Jesus. Quando ele chega, a escuridão da dor se rende à luz da sua glória. E essa luz de Deus, que brilha na escuridão do nosso sofrimento, é a sua compaixão.

Luis A R Branco      
***
***
Em Cristo,
Mário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SINTA SE A VONTADE PARA COMENTAR

Postagem em destaque

CONFESSANDO OS PECADOS A DEUS

Por: Rev. Dr. Augustus Nicodemus 1João 1:8-10 O apóstolo João descreve nessa passagem duas maneiras de encararmos nossos pecados, e as...